IBM WebSphere: Como a Inteligência Artificial pode auxiliar o DevOps

A construção de aplicativos nativos da nuvem como uma coleção de microsserviços menores e autocontidos ajudou as organizações a se tornarem mais ágeis e a fornecer novos recursos em maior velocidade. Implantadas no Kubernetes, essas unidades independentes são mais fáceis de atualizar e escalonar do que os aplicativos monolíticos tradicionais.

Mas, com essa flexibilidade de desenvolvimento de aplicativo, vem uma complexidade maior para a equipe de operações quando surgem problemas: Como eles restringem a lista de componentes responsáveis por uma interrupção? Quais são as melhores ferramentas para investigar a causa? Como eles correlacionam logs e dados de telemetria gerados a partir de ferramentas distintas emitidas por componentes fracamente acoplados em uma única fonte de verdade? 

O DevOps acelera o desenvolvimento ao proporcionar às equipes de desenvolvimento mais potência para provisionar e reconfigurar a infraestrutura. Porém, a TI ainda tem que gerenciar tal infraestrutura. É aqui que a IA aplicada às operações de TI, ou AIOps, entra em cena. O AIOps usa inteligência artificial para simplificar o gerenciamento de operações de TI, além de acelerar e automatizar a resolução de problemas em ambientes de TI modernos e complexos.

Neste artigo, vamos explicar como iniciar a sua jornada para o AIOps e transformar as suas operações de TI com o DevOps e a Inteligência Artificial.

O que é AIOps?

O AIOps  é a implementação de inteligência artificial (IA) para aprimorar operações de TI. Especificamente, o AIOps usa recursos de big data, análise de dados e machine learning para realizar as seguintes tarefas:

  • Coletar e agregar os grandes e cada vez maiores volumes de dados de operações gerados por vários componentes, aplicativos e ferramentas de monitoramento de desempenho da infraestrutura de TI;
  • Filtrar de maneira inteligente sinais dos “ruídos” para identificar eventos e padrões significativos relacionados a problemas de desempenho e de disponibilidade do sistema.
  • Diagnosticar causas e relatar ao departamento de TI para resposta e remediação rápida ou, em alguns casos, resolver automaticamente esses problemas sem intervenção humana.

O AIOps substitui diversas ferramentas de operações de TI manuais e separadas por uma plataforma de operações de TI única, inteligente e automatizada. Dessa forma, ele possibilita que as equipes de operações de TI respondam rapidamente e proativamente às lentidões e às interrupções com muito menos esforço.

A maioria dos especialistas considera o AIOps como o futuro do gerenciamento de operações de TI. Ele preenche a lacuna entre, de um lado, um cenário de TI cada vez mais complexo, dinâmico e difícil de monitorar e, por outro lado, as expectativas do usuário por pouca ou nenhuma interrupção no desempenho e na disponibilidade do aplicativo. 

Por que precisamos do AIOps?

Atualmente, a maioria das organizações está mudando de uma infraestrutura tradicional de sistemas físicos estáticos e separados para uma combinação dinâmica de ambientes on-premises, de cloud gerenciada, cloud privada e cloud pública. Essas arquiteturas são executadas em recursos virtualizados ou definidos por software que escalam e reconfiguram constantemente.

Aplicativos e sistemas nesses ambientes geram um turbilhão de dados que não para de crescer. De fato, a Gartner estima que a infraestrutura de TI corporativa média gera de duas a três vezes mais dados de operações de TI a cada ano.

Soluções tradicionais de gerenciamento de TI com base em domínio não conseguem acompanhar esse volume. Elas não podem classificar de forma inteligente os eventos significativos em meio às quantidades enormes de dados circundantes. Além disso, elas não conseguem correlacionar dados entre ambientes diferentes, mas interdependentes. E não podem oferecer insights em tempo real e a análise preditiva que as equipes de operações necessitam para responder aos problemas de maneira rápida e atender às expectativas dos clientes.

Para resolver esses problemas, o AIOps fornece visibilidade aos dados de desempenho e às dependências em todos os ambientes e analisa dados para extrair eventos significativos relacionados às lentidões ou às interrupções. Desse modo, ele alerta automaticamente a equipe de TI sobre os problemas, as suas causas e as soluções recomendadas.

Como funciona o AIOps?

A maneira mais fácil de entender como o AIOps funciona é avaliar