Modernizar aplicações é o único jeito de acompanhar mudanças e se destacar no mercado.

artigo-capa-modernizacao

Para se adequar a nova dinâmica de mercado, muitas corporações de segmentos diversos, acabam por reconhecer a necessidade de modernizar suas aplicações. Com a mesma frequência que modelos de consumo se alteram, a dinâmica dos serviços também precisa de inovação técnica e atualização de processos.

Nesse contexto, é esperado que os investimentos em infraestrutura de serviços sejam cada vez mais necessários e frequentes. Modernizar sistemas legados é tirar o máximo de proveito da gama de potencial que a computação em nuvem oferece. A transformação digital instalou um jeito novo de consumir serviços e ofertar soluções. Sendo assim, acompanhar esse progresso é o desafio atual de muitos negócios.

Enquanto os clientes esperam respostas rápidas, empresas notam que bons softwares entregam funções diversas e com otimização de tempo. Buscando lidar com esse ritmo de novas necessidades, muitas instituições usam ferramentas DevOps para qualificar suas estruturas comerciais e tecnológicas. A adoção de processos automatizados para produção rápida e segura de serviços, acabam customizando aplicações ocupadas de funcionalidades e benefícios, tais como: atividades em containers, uso de microsserviços, desenvolvimento de atendimento via bots e suporte interativo para clientes.

Modernizar aplicações não é apenas sobre trocar sistemas, porque também diz respeito ao ato de aperfeiçoar infraestrutura de serviços e alinhar processos existentes às novas necessidades do mercado. Ciente dessa demanda, se faz necessário avaliar como e onde devemos aplicar técnicas de modernização. Para agregar valor aos negócios, é importante basear as estratégias em recursos de TI. Agilidade de produção com segurança de processos é tudo que empresas precisam e a tecnologia da informação pode oferecer.

A modernização de aplicações pode ser feita através de etapas, escalando os recursos suficientes para essa migração e buscando atender com prioridade o que realmente é urgente para a evolução da empresa. É um estudo de caso e nunca uma escolha feita com base em tendências mercadológicas. Decidir entre substituição do sistema operante ou fazer modernização incrementais, é decisão tomada depois de avaliar condições, analisar possibilidades, estabelecer objetivos e estudar o custo benefício de cada opção.

Inovar é movimento necessário, o qual capacita negócios para lidar com operacionais tão novos quanto amplos e flexíveis. Habilitar ferramentas de nuvem em aplicações novas ou antigas, é implementar novas técnicas de conexão ao serviço da sua empresa. É modernizar no presente pensando em antecipar o futuro e quebrando paradigmas limitantes ou ultrapassados.

Soluções em cloud e o fornecimento de conectividade, provam que existe conexão aberta com segurança. Estes itens não são de uma fase passageira, pelo contrário, são necessidades que representam o quanto somos e seremos dependentes da comunicação. Transferir sistemas para infraestrutura em nuvem possibilita que a comunicação lidere trabalhos e consumos, preservando a segurança da informação e permitindo soluções de conexão em alta performance.

Nesse cenário de atualização e reestruturação de serviços, se apoiar nas vantagens do uso de SaaS é disponibilizar soluções com facilidade de migração, adaptação e implantação. A OpenShift, por exemplo, é uma plataforma que segue esses propósitos e entrega um ambiente seguro para testar, executar, gerenciar e disponibilizar aplicações.

Com a vantagem de unir no mesmo espaço etapas de produção e ativação de softwares, a OpenShift é suporte para gerenciamento desses projetos e gerência o fluxo de tarefas para o TI. A usabilidade simples e a portabilidade facilitada, fazem dessa plataforma um suporte eficiente para empresas que desejam aperfeiçoar sua tecnologia corporativa.

Viabilizar o melhor meio de modernizar aplicações é garantia de inovação com responsabilidade e promoção de desenvolvimento sustentável para empresas e sociedade. Tudo que é necessidade do público dita os novos rumos da indústria. Dialogar com as mudanças é tarefa primordial para quem busca fornecer serviços avançados e se destacar no mercado.

Posts Relacionados

Comentários