Porque automatizar a Gestão de Ativos

artigo-gestao

A gestão de Ativos já é um desafio para as empresas, afinal é necessário um grande controle e organização. Com a chegada da Internet das Coisas, que promove um aumento significativo no número de dados, há uma dificuldade ainda maior de integrar todas as plataformas, ativos, informações e departamentos.

 

Enterprise Asset Management

Cada vez mais presente dentro das empresas, com o IoT praticamente tudo vai estar conectado a internet. Isso significa que, em um negócio, virão informações de todos os lugares, a todo o tempo. Por isso, é preciso um sistema que gerencie esses dados e os ativos que os emitem, de maneira eficiente e barata.

Empresas como a IBM, por exemplo, propõem estabelecer um tipo de solução para facilitar esse processo. Trata-se do Enterprise Asset Management, ou a Gestão de Ativos Corporativos. Esse modelo oferece um sistema de softwares de gestão que dá suporte a diversas necessidades.

O Sistema de Gestão coleta toda a informação enviada e a processa simultaneamente exibindo o resultado em uma fração de tempo. Além disso, o serviço tem funções de integração com a nuvem, que também tem inúmeras vantagens. Na nuvem, o processamento é feito na rede, unificando os dados e produzindo um resultado mais eficiente, com menores custos.

Essa centralização dos dados, produz um tempo de resposta quase instantâneo. Com ele, é possível gerenciar todos os aspectos do processo, seja do planejamento até a execução. Esse foco na informação em um único ambiente também possui um caráter preventivo. É possível prever uma necessidade, antes mesmo que ela exista.

 

A importância da automatização

Para que essa resposta seja de fato instantânea é fundamental que o processo seja automático. A IBM oferece um tipo de solução que acompanha todo o processo de gestão de ativos, desde o planejamento, até operações.

Essa solução ajuda especialmente em grandes centrais de dados, de grandes empresas, em que muito tempo é perdido procurando um ativo específico, ou registrando informações no inventário. Esse tipo de atividade diminui problemas com a moral dos funcionários, pois evita um trabalho normalmente insatisfatório, e promove o desvio de esforços para tarefas mais importantes.

A automação no processamento e na análise de dados também ajuda na tomada instantânea de decisões, garantindo um ganho enorme de tempo. Não é mais necessário recolher e analisar dados antes de tomar uma decisão. As informações já estão disponíveis.

Vamos ver um exemplo de como isso funciona. Uma grande empresa fabrica um produto complexo. Esse produto precisa de diversos materiais, que são obtidos e projetados por parceiros de todo o mundo. Para que o objeto final seja completo, é preciso que todos os ativos sejam usados em conjunto. Um sistema de gestão unificado, com a integração de informações destes parceiros facilita desde o processo de design até a manufaturação. O sistema é capaz de alocar a prioridade de ativos, diminuindo consideravelmente o tempo de produção.

A Gestão de Ativos, através da Enterprise Asset Management, gera um ganho de tempo e produtividade, graças à sua automação e eficiência.

Posts Relacionados

Comentários