Gêmeos Digitais: o futuro das indústrias

[vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Com consumidores cada vez mais exigentes e um mercado inconstante, os Gêmeos Digitais emergem como uma solução eficiente e capaz de mudar a realidade de muitas empresas. Isso porque essa tecnologia simula processos reais, colaborando para que uma empresa possa, antes de lançar produtos e mudar linhas de produção, realizar testes emulativos.

Gêmeos Digitais (em inglês, Digital Twins) são uma tecnologia de virtualização que representa ativos ou processos reais. Isso significa que, ao mesmo tempo em que um novo produto é desenvolvido no mundo objetivo, sua criação é representada digitalmente em todos os seus aspectos.

Os Gêmeos Digitais utilizam dados físicos de objetos que operam e respondem ao ambiente no qual eles se encontram, bem como dados oferecidos por tecnologia sensorial, e podem ser usados para analisar e simular condições do mundo real, de modo a melhorar as operações industriais e agregar valor aos seus negócios.

Em outras palavras, os gêmeos digitais são cópias elaboradas das linhas de produção. Com a ajuda dessa tecnologia, é possível simular mudanças de produção e, com isso, prever como seriam os resultados no mundo objetivo.

 

Benefícios dos Gêmeos Digitais

 

Redução de custos e tempo

Se podemos simular digitalmente o processo de produção de uma indústria, logo conseguimos tornar os processos mais eficientes, reduzindo gastos. Mais que isso, sem necessariamente ter que recorrer aos complexos sistemas de planejamento.

Na produtividade fabril, por exemplo, pode-se realizar ajustes na linha de produção em tempo recorde, otimizando o todo o processo.

 

Menos desperdícios

Com os Gêmeos Digitais, pode-se reduzir perdas, pois essa tecnologia é capaz de utilizar dados da empresa para recomendar mudanças na linha de produção como, por exemplo, a quantidade de mercadorias a serem fabricados em uma determinada época, evitando que se produza mais do que o necessário, ou ainda reduzindo a necessidade de testes reais para o desenvolvimento de novos produtos.

 

Melhor previsibilidade de ganhos

Com a digitalização do desenvolvimento do objeto, a tecnologia fornece dados que podem ajudar a empresa a prever rentabilidade, caso deseje fabricar e colocar determinado produto no mercado.

 

Gestão de riscos e correção de erros

Com os Gêmeos Digitais, é possível prever problemas na linha de produção e nos produtos fabricados e corrigi-los de maneira rápida e eficiente e, ainda, utilizar os dados para aprimorar o processo.

 

Tendência tecnológica para 2018

O Gartner, consultoria referência no mercado de TI, definiu os Gêmeos Digitais como uma das 10 tendências de tecnologia estratégica para 2018. Isso significa que esta tecnologia disruptiva está crescendo rapidamente e terá grande impacto no mercado nos próximos anos.

Empresas como a General Electric, que já implementaram a tecnologia em seus processos, conseguem visualizar claramente o benefício dos Gêmeos Digitais em sua linha de produção. Com auxílio para tomar milhares de decisões baseadas em dados, a tornam mais produtiva, competente e enxuta.

Além da manufatura, o uso dos Gêmeos Digitais também tem impactado a agroindústria. Para aumentar a garantia de que somente as melhores decisões serão tomadas em usinas sucroenergéticas, a Pentagro utiliza um modelo virtual da planta industrial e algoritmos inteligentes que geram referências online para serem perseguidas.

Aliado a outras tecnologias que igualmente se tornaram tendências como Inteligência Artificial e IoT, os Gêmeos Digitais trazem grandes vantagens competitivas às empresas que se invistam nela. De acordo com o IDC, elas terão uma melhoria de até 30% nos ciclos dos processos críticos. Assim, espera-se que a adoção da tecnologia tenha um crescimento bastante acelerado em 2018.

 

Saiba mais sobre outras tendências tecnológicas:

Internet of Things – Conheça os benefícios
Computação Cognitiva – Insights para transformar negócios
Inteligência Artificial – Descubra a visão dos executivos
Cloud Computing – Conheça os modelos de nuvem
Edge Computing – A evolução da cloud para IoT
Blockchain – Muito além do bitcoin[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

IoT: como a Internet das Coisas traz benefícios no meio corporativo

[vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]A Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) é um conceito que tem ganhado cada vez mais força e popularidade em diversos meios. Tratam-se de princípios bastante promissores relacionados à capacidade de controlar objetos de nosso trabalho utilizando a internet. Em tempos de constante mudança e renovação, se falava que “A Internet das Coisas é algo do futuro”. Mas, ao contrário do que se especulava, a IoT já está presente em diversos formatos, especialmente no mundo dos negócios.

Segundo a consultoria Gartner, a IoT, junto com a computação cognitiva, blockchain e outras tecnologias emergentes, deve tomar conta das relações corporativas já em 2018, otimizando processos, dinamizando rotinas e potencializando resultados. Conheça mais sobre as tendências tecnológicas para 2018.

Entre os diversos benefícios, a IoT permite às empresas fazer uma grande economia de recursos financeiros. Isto porque possibilita a diminuição do quadro de funcionários, promove redução no consumo de eletricidade, amplia a vida útil dos equipamentos da empresa, entre outros cortes de custos.

Para que seja utilizada da melhor forma, a IoT exige cuidados com a segurança, pois os dispositivos estarão conectados e possívelmente vulneráveis, e com o tipo desta conexão, afinal, a forma de comunicação torna-se cada vez mais complexa – o que abre uma vertente na computação em nuvem para o chamado Edge Computing. Apesar da preocupação com estes cuidados e investimentos, eles são justificados pelos enormes benefícios da IoT, como estes que listamos abaixo.

 

Integração entre clientes e setores

A Internet das Coisas permite uma automação muito mais completa, autônoma e integrada da empresa entre os suas diversas áreas e também entre a companhia e clientes, facilitando o atendimento e potencializando resultados através da sintonia entre diferentes times.

 

Constante monitoramento

Usando dispositivos altamente configuráveis e customizáveis, empresas estão otimizando, em tempo real, estatísticas de vendas, churn, ticket médio, alcance de metas, desempenhos individuais e coletivos de profissionais, entre outros dados que exigiriam uma auditoria completa há pouco tempo.

Além de manter um olhar interno à empresa, dispositivos relacionados à IoT monitoram ainda, durante 24 horas, todos os riscos que o negócio sofre em relação às ameaças constantes do mercado. É uma tendência que, associada à experiência de consultores e Inteligência Artificial, permite a adoção de estratégias rápidas e assertivas para tomar decisões rentáveis.

 

Falhas e erros

Com a Internet das Coisas, muito mais sistemas de sua empresa, que se relacionam com equipamentos e processos, estarão submetidos a métodos e padrões digitais de execução. Com isso, falhas e erros se tornam mais previsíveis, podendo ser corrigidos antes mesmo que aconteçam e causem prejuízos ao negócio. Com essa previsibilidade, toda a companhia sai ganhando e o trabalho dos colaboradores se torna mais eficiente.

 

Autonomia para funções operacionais

Muitas ocupações em uma empresa podem ser desempenhadas com mais performance por máquinas do que por pessoas. Entretanto, há outros trabalhos nos quais o uso da inteligência humana é indispensável. A Internet das Coisas permite que a sua empresa use as cabeças para funções estratégicas, de gestão e de liderança, enquanto as máquinas fazem o trabalho mecânico e padronizado que exigem precisão, agilidade e repetição constante.

 

Coletar feedbacks precisos

Nos próximos 5 anos, a IoT deve aprimorar outra tecnologia chamada Gêmeos Digitais, ou Digital Twins em inglês, que possivelmente se espalhará pelas empresas. É como uma cópia digital de um ativo ou processo, que recebe estímulos e oferece feedbacks sobre os mais diversos produtos e serviços. Associando estes insights a toda capacidade técnica de ferramentas de Computação Cognitiva, como o Watson, da IBM, a tendência é que as empresas consigam ler tendências e descobrir anseios de seus clientes com muito mais precisão.

 

Saiba mais sobre outras tendências tecnológicas:

Inteligência Artificial – Descubra a visão dos executivos
Cloud Computing – Conheça os modelos de nuvem
Edge Computing – A evolução da cloud para IoT
Blockchain – Muito além do bitcoin[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]