Transformação Digital através de APIs

[vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]É notável o quanto a era digital vem se expandindo no decorrer dos últimos anos. Não se trata apenas de pequenas tecnologias que são criadas e utilizadas em nossos meios sociais, mas de uma série de fatores e ações que se estruturam de forma fixa e intensificada em um mercado globalizado, onde a tendência são o crescimento e a inovação.

Dentre os desenvolvimentos tecnológicos temos a criação do API (Application Programming Interface), que em sua tradução quer dizer “Interface de Programação de Aplicativos”. Como o próprio nome sugere, o programa traz um processo de otimização de interatividade entre diferentes softwares, organizando rotinas e padrões de utilização.

Através do processamento de informações interligadas, a comunicação entre as interfaces de aplicativos se torna acessível e pode ser utilizada de forma intuitiva, facilitando a obtenção de dados pertencentes ao sistema interno de uma empresa e possibilitando o acesso a essas informações, independentemente da localização do usuário. Essa utilização acontece de forma segura e acessível no momento em que se solicita o acesso ao aplicativo e as suas informações de outras contas são vinculadas de forma automática naquela que você está prestes a usar.

 

API como forma de inovação

A tecnologia é impactante em todos os lugares do mundo e influi nos fatores econômicos, políticos, sociais e culturais, movimentando todas as transformações que giram em torno da era global e digital. Em espaços comerciais extremamente competitivos, a inovação através de aplicativos é uma estratégia mais do que necessária para o desenvolvimento e crescimento de qualquer tipo de empreendimento. Essas ferramentas acabam por atrair os clientes que são ligados em tecnologia e sentem a necessidade de facilitar as suas relações sociais e profissionais para otimizar seu tempo e seus custos financeiros.

As APIs possuem, em seu processo de execução modernizado, a capacidade de agregar nas ações da interface uma integração não somente com sistemas criados recentemente, mas, também, entre sistemas já existentes possibilitando a utilização de informações sem a necessidade de uma reestruturação dos sistemas dessas plataformas mais antigas.

 

Gestão a partir de APIs

A incidência de aplicativos no ramo das negociações tem se desenvolvido e vem aperfeiçoando relações comerciais nos mais variados ramos de atuação. Assim como o uso se dá para empreendimentos distintos, empresas que possuem rede em outras cidades, estados e até mesmo países, passam a utilizar das APIs como método de gerenciamento de dados e controle sobre o fluxo tanto financeiro como o produtivo da sua empresa.

São interfaces que abrem um leque de possibilidades, inclusive de parceria entre empresas, vinculando suas atividades e complementando seus métodos de atendimento para um desempenho de maior qualidade e mais satisfatório para as receitas das empresas que o utilizam.

As APIs simplificam os processos de administração de determinada organização e é possível que se criem serviços para maior agilidade de atendimento, controle das atividades que devem ser executadas, além de ser facilitado o gerenciamento de serviços com um acesso seguro e dinâmico.

 

APIs como Estratégia de Negócios

Embora as APIs venham sendo utilizadas em grande escala por empresas digitais, como Facebook, Google, Amazon, Twitter e Netflix, elas começam a fazer parte também da economia em vários outros setores e se apresenta no mercado empreendedor como um modelo de negócios inovador.

Pode ser aplicado como uma “receita direta”, onde sua empresa utiliza de aplicativos que facilitam o acesso aos seus serviços e produtos pelos clientes e a cobrança é feita através do acesso. Por exemplo, a Amazon Web Services é um exemplo muito utilizado devido a seu sucesso no mercado através da estratégia que cobra por uso.

Na Freemium, o cliente não paga nada até um limite pré-definido e, a partir desse limite, as transações começam a ser cobradas. Essa estratégia é aplicada de forma cada vez mais intensificada, como é o caso do PayPal, com o método de pagamento acessível ao usuário e que são contratadas por muitas empresas para proporcionar a seus clientes meios melhores de realizar pagamentos.

Em um canal de distribuição, como programa de afiliados e marketplaces, as APIs são usadas para que empresas possam aumentar sua visibilidade e, por consequência, suas vendas, sendo um ótimo exemplo de geração de negócios com API.

Como a empresa Expedia Affiliate Network (EAN) que anunciou uma recei